Tuesday, April 29, 2014

… um sonho e o destino...




Há dias e semanas eu vinha sonhando.
Sonhando com um coelho e flores coloridas e uma menininha.
Um sonho de carinho e cuidado.
E amor.

E a menininha tinha um coração pequenino que batia
Suave como uma valsinha que se ouve sem parar.

E como num sonho desses, bons, ela era meiga e doce em sua ruivisse
O tempo para ela passava diferente…
7 semanas podiam ser 5.
10 semanas podiam ser 8.
Ou 7
Se assim ela quisesse.
Ela era senhorinha do seu próprio tempo.
E escolheu ficar o tempo que precisava.
E esse tempo foi mágico.
Com dias de primavera em pleno outono,
Flores de cerejeira e coelhos e brigadeiros.
E amor… muito amor.

Então ela se foi.
Sem se despedir.

Marcou meu destino.
Nosso destino.

E me fez ser forte.
Mais uma vez.
Como eu nem imaginava que ainda poderia ser.

Deixou sua doçura em mim.
Em nós.
E muita gratidão.


video




1 comment:

Marília Gabriela said...

Querida Prima,
quem dera eu tivesse tanta doçura quanto você,mesmo que sem sua despedida, ainda tem.
Passei tanto tempo pensando que não haveria solução.. que não haveria cura.. que não haveria vida. Eu, não era nada forte.. ao contrário.. Mas de tanto fingir que era.. Forte assim me fiz.
Dia após dia. Hora após hora.

E um dia assim se fez!
DAquele vento de dentro, que falo...que vêm de lá... e que O nome disto também é fé!

E enquanto soprar este vento.. haverá sinal.. haverá milagre.. certamente haverá vida!!

Um beijo com ternura,