Thursday, July 3, 2008

Mudar

Não é nada fácil.

Seja mudar de endereço, a cor do cabelo ou a atitude.

Estou de mudança.

Para mudar, primeiro se faz uma grande e demorada faxina...

Joga-se tanta coisa fora... Coisas que guardamos por tanto tempo e no final descobrimos que poderíamos ter vivido sem... de maneira (bem) mais simples...

Revisitam-se tantas memórias... Amores dos passado em álbuns de fotos antigos, roupas que serviam e não servem mais, frascos de perfumes com a última gota...

Reencontram-se tantos sonhos... Aquele livro meio lido agora empoeirado na prateleira, o endereço daquele amigo para quem prometemos nunca perder o contato...

Meu rosto nas fotos tinha um brilho diferente...

... mas eu mudei...

... e estou mudando de novo.

E de novo, há que se lixar o chão, pintar paredes e mudar os móveis de lugar.

Abrir a janela, e ver uma nova paisagem.

Não ouvir mais o sino tocar às seis da tarde, nem aos domingos (vou sentir falta!).

Nem encontrar a vizinha do andar de baixo que adora chamar a polícia, a vigilência sanitária, o procon, e sabe-se Deus quem mais só para no fundo disfarçar sua solidão.

Há que se abrir uma porta diferente.

E ir se acomodando... aos poucos... até que tudo ganhe um sentido novo.

Realmente não é nada fácil, mas acho que no final acaba valendo a pena.

Então, estou de mudança... e vou levando coisas antigas e abrindo caminho para as novas chegarem...

3 comments:

Fernanda MBem said...

Que delícia esse texto, Paul!

Muda mesmo, mas não muda não...
Tenho certeza que esses dias estão sendo difícies mas cheios de alegria.
E esse mudança de vista, de porta, de vizinhos, vai ser pro melhor...
Aí, pensando assim, fica fácil!

Fica divertido pensar no que vai ser, nas coisas que vão acontecer lá... nas outras mudanças que vêm com isso, muito bom.

Parabéns pela mudança!
Queremos open house!

Hehehe, luv ya babe!

E... seriously, não muda não...
;)

Patricia Serenini said...

Paulinha...
Não sei se eu li todos os seus posts, mas esse é o mais bonito.
Não sei se é porq eu faço birra pra mudar, mas ele falou tão alto pra mim!

Eu ouvi uma vez, q mesmo q às vezes não pareça (o q não é o seu caso agora, mas um dia pode ser), toda mudança é sempre pra melhor!

Eu GOSTO de acreditar nisso.

"Muda, que quando a gente muda o mundo muda com a gente..." - Gabriel, o Pensador -

Beijos, darling!

Silvana said...

Foi o primeiro texto seu que eu, acabando de ler, senti essa vontade enorme de te dizer: vc muda a cada segundo da sua vida, pensa bem...
-Quero fazer xixi agora, ah, vou esperar mais um pouquinho a cama está tão quentinha...
-Estou com fome, ah, mas essa parte do filme está tão emocionante, depois eu como...

Mudamos de idéia, mudamos o caminho para voltar pra casa, mudamos o prato favorito quando descobrimos num outro restaurante algo mais gostoso, mudamos de lado na hora de dormir ou durante o sono,mudamos a escova de dentes quando ela fica velha, se eu ficar lembrando não paro de achar coisas que mudamos no nosso dia a dia e nem nos damos conta.

Mudar é necessário para a nossa evolução, não mudar é estagnar. E vc já se deu conta de como é ruim parar??
Nosso corpo pede pra parar, mas os nossos pensamentos continuam em movimento sempre!

O mais importante nas mudanças é carregar com vc aquilo que ficou de bom do que era, a sua essência.

Isso Paula, não muda, pq foi através de todas as mudanças da sua vida que ela foi formada, e é de uma riqueza imensa, que nenhuma mudança vai conseguir mudar.
Amei!!
Um beijo.